sábado, 26 de dezembro de 2009

"Apaixone-se..."

Apaixone-se pela manhã, que em todos os
dias te levanta com os pés firmes no chão.
Apaixone-se pelas canções, que mesmo
quando todos se calam, elas ainda sussurram
o refrão em seus ouvidos.

Apaixone-se pelo hoje, que te faz respirar,
enxergar, sentir, viver...

Apaixone por você, pois não existirá ninguém
melhor para se amar do que a si mesmo, pois
só descobrimos o que é amor, quando nos
apaixonamos primeiramente por nós mesmos.
Apaixone-se pela vida, ela é o único presente que
você diz que não pediu, mas que jamais deseja perder.

Apaixone-se mil vezes pela mesma coisa, se esse
sentimento te faz crescer, apaixone-se cada dia mais...
Apaixone-se pelos dias, eles passam depressa e
quando você menos esperar, eles já não existem mais.

Apaixone-se por cada conversa, pois ela pode
ser definitiva dependendo da circunstância.

Apaixone-se pela dança, principalmente se
for a dois, pois ela te faz sentir vivo, capaz.

Apaixone-se por quem te faz sorrir, pois essa
pessoa merece muito mais do que você imagina.

Apaixone-se! A vida te presenteia quando
você se entrega e acredita no amor.

Apaixone-se pela vontade de amar, pois virá um
momento em que sozinho não dará mais para ficar.
Algumas pessoas sentem medo de se apaixonar, e
no entanto, não se dão a oportunidade para viver
por um sonho. A vida é curta e na entrega ao 
medo perdemos um tempo precioso.

Apaixone-se por um sonho, acredite que tudo
dará certo, pois somente a sua fé trará seu sonho
pra perto de você.
 
Você poderá se perder em meio a uma
multidão, mas alguém predestinado irá
te encontrar, basta você acreditar.
 
Você poderá sentir solidão, querer e não
ter alguém para compartilhar um desejo...
mas acredite, esse alguém está chegando,
é que por algum motivo algo o atrasou, mas
a sua fé o trará para perto de você.

Apaixone-se, pois uma vida repleta de canções
te espera e o amor simplesmente virá trazendo
consigo uma alma apaixonada.

Apaixone-se, pois no final poderá contemplar
a magia de tudo aquilo que teve fé. Tudo tem
hora e lugar para acontecer, basta você confiar,
confiar que tudo que aconteceu é merecimento
por seus sinceros desejos. O tempo vai passar, 
e com ele você irá envelhecer... E nessa rotina 
da vida, nunca se esqueça...

Apaixone-se mil vezes por você, seja em qual época
ou lugar for... Apaixone-se!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

"Seja Simplesmente Você!"

Muitas vezes abrir mão da eternidade,
leva-nos inevitavelmente ao sofrimento.
Entretanto é melhor sentir dor,
amor, frustração, ternura,
decepção, carinho e cumplicidade,
do que passar uma eternidade inteira,
sem tê-los.

Hoje decidi fazer algo novo.
Decidi ouvir o som, abafado, do meu sussurro
e entender que algumas coisas são inexplicáveis
e permanecerão, para sempre, imutáveis.

Meu coração rendeu-se ao silêncio
e pude perceber que há também,
muitas outras coisas que podem ser
lançadas no mar do esquecimento,
e essa atitude, mudar, definitivamente
a história da minha vida.

Olhei-me atentamente, pela primeira vez
e vi-me como, realmente, sou...
Olhei-me sem hipocrisia...
sem máscaras... sem desculpas...
desnudei-me de mim mesma...

Meu coração guiou-me a um encontro
com a minha humanidade!
Pude perceber que tornar-me humana
significa reconhecer que não sou perfeita,
que não sou passiva de errar
que não preciso de todas as respostas.

Percebi que tenho deficiências,
áreas de sombra... desejos ocultos...
fraquezas que não podem ser confessadas.
Rasguei-me por dentro,
ao confrontar-me com minha humanidade.

Percebi que viver no contexto da eternidade
significa considerar-se infalível,
ser cheio de arrogância,
achar-se acima do bem e do mal,
julgar as pessoas por suas falhas...
não ser compassivo...
chegar ao extremo na busca pela perfeição.
Que alto preço a se pagar!

Entretanto,
não abro mão mais da minha humanidade.
Cometerei erros, terei decepções, sofrerei,
mas, também serei mais tolerante,
menos arrogante... mais compreensiva...
e saberei amar, de uma maneira plena,
livre de pré - conceitos e preconceitos...

Essa será minha eterna busca:
Morrer para mim mesma,
e renascer mais humana a cada novo dia!

sábado, 12 de setembro de 2009

"Desejo..."

Desejo, primeiro, que você ame,
e que amando, também, seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E esquecendo não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
mas se for, saiba ser sem se desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
que mesmo maus e inconsequentes, sejam corajosos e fiéis.
E que em pelo menos num deles você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha inimigos;
nem muitos, nem poucos, mas na medida certa para que, algumas vezes,
você se interpele a respeito de suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil, mas não insubstituível.
E que nos maus momentos, quando não restar mais nada
essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante;
não com os que erram pouco, porque isto é fácil,
mas com os que erram muito e irremediavelmente.
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você sendo jovem não amadureça depressa demais,
e que sendo maduro, não insista em rejuvenescer.
E que sendo velho não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
é preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste;
não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra que o riso diário é bom,
o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra, com o máximo de urgência,
acima e a despeito de tudo, que existem oprimidos,
injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
alimente um cuco e ouça o João de Barro erguer
triunfante o seu canto matinal.
Porque assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
por mais minúscula que seja, e acompanhe seu crescimento.
Para que você saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
coloque um pouco dele na sua frente e diga "Isso é meu",
só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum dos seus afetos morra,
por ele, e por você, mas que se morrer, você possa chorar
sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo, por fim, que você, sendo um homem
tenha uma boa mulher.
E que, sendo uma mulher, tenha um bom homem.
E que se amem hoje, amanhã e no dia seguinte.
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer
não tenho nada mais a te desejar.

sábado, 22 de agosto de 2009

"Talvez..."

Talvez não ser, é ser sem que tu sejas.
Sem que vás cortando o meio dia 
com uma flor azul.
Sem que caminhes mais tarde
pela névoa e pelos tijolos,
sem essa luz que levas na mão que,
talvez, outros não verão dourada,
que talvez ninguém soube que crescia,
como a origem vermelha da rosa.
Sem que sejas, enfim,
sem que viesses brusca, incitante
conhecer a minha vida,
rajada de roseira, trigo do vento.
E desde então, sou porque tu és
E desde então és, sou e somos...
E por amor...
Serei... Serás...Seremos...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

"Pensamentos..."

Tenho vários pensamentos...
Sonhos de difícil realização, mas não 
impossíveis, sonhos imaginados...
Faço de meus dias uma benéfica alegria
E neles eu vivo, nela eu me envolvo.
Não permito que a negatividade tome 
conta de mim, modifico pensamento, 
lanço luz aos sentimentos.
Planejo ao primeiro raio o 
desenvolvimento de uma forma especial,
minha história, meu caminho...
Às vezes é bela, outras espinho...
Quantas vezes já tentei...
Nem sei quantas fracassei...
Mas em todos os caminhos de volta,
dei adeus aos espinhos que encontrei.
Só assim encontrei o sono, aquele sono 
tão desejado, que apaga os erros praticados
e aumenta a paz encontrada.
Na verdade nunca é o fim, nunca é o começo 
exigido, nunca é aquele jardim que borboletas 
de pássaros... Também meus sonhos...
Minhas paixões verdadeiras...
Erguem-se na minha herança cultural
E adormecem nos atos corriqueiros.
É nos caminhos que desfruto toda beleza 
inquietante que rompe a fantasia indolente,
na marcha pra frente a sonhar.
Uma vida não é passado... Não é o presente...
Nem será só o futuro... É a soma disso tudo...
O que importa e a faz especial é que existe 
um tempo de fazer tudo e outro de sonhar...
E que a qualquer tempo existe um DEUS,
Um pai que abre os braços no momento 
que dele você precisar.
Sonhar... Sonho... Sonho infinito.
Sonho os sonhos mais bonitos.
 Deixo a vida fria se escoar 
e o meu coração transbordar!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

"Minha Alma..."

A minha alma tem o peso da luz... Tem o
peso da música. Tem o peso da palavra nunca
dita, preste quem sabe a ser. Tem o peso de uma
lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o
peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência...
E a lágrima que não se chorou, tem o imaterial
peso da solidão no meio dos outros.

sábado, 9 de maio de 2009

"Nunca Deixe de Voar..."

Nunca Deixe de Voar...
Voe sempre na direção de seus objetivos, por mais 
alto que eles estejam você sempre irá alcançá-los.

Às vezes se sentirá sozinho,ou apenas mais um na 

multidão,mas lembre-se, nunca deixe de voar.

Você encontrará obstáculos, às vezes terá que voltar 

ao início e recomeçar tudo de novo, terá vontade de 
abandonar tudo, mas sempre terá alguém para 
encorajá-lo, alguém com quem você pode sempre 
contar... Que sabe que o caminho é longo, que 
sempre haverá disputas,mas saberá a 
importância do trabalho em equipe.

E que a cada conquista,poderão comemorar juntos
todas as vitórias,por isso, nunca deixe de voar.

Seja audacioso,não espere o vento te levar,
mergulhe fundo em seus objetivos, esteja 

sempre atento às oportunidades, pois 
elas o levarão a voos ainda maiores.

sábado, 14 de março de 2009

"O Tempo"

Com o tempo, você vai percebendo
que para ser feliz com uma outra pessoa,
você precisa em primeiro lugar, não precisar dela.

Percebe também que aquele alguém que você ama
(ou acha que ama) e que não quer nada com você,
definitivamente não é o alguém da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de 

você e principalmente, a gostar de quem 
também gosta de você.

O segredo é não correr atrás das borboletas...
é cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar
não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando por você!